SINDICATO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE JACAREÍ    




CAMPANHA SALARIAL 2017

S  I  N  D  S  A  A  E      &      S  T  P  M  J

PROPOÊM REUNIÃO COM O PREFEITO PARA INICIAR AS NEGOCIAÇÕES SOBRE O DISSÍDIO DOS TRABALHADORES



CAMPANHA DE FILIAÇÃO

CARTA AOS TRABALHADORES (AS) DO SAAE



Prezado Trabalhador (a) do SAAE

A organização em sindicatos, foi uma das principais conquistas dos trabalhadores públicos, na Constituição Federal de outubro de 1988.
Naquela época, as condições de trabalho eram as piores possíveis, nem mesmo a legislação trabalhista era respeitada, surgindo, entre os trabalhadores do SAAE, a necessidade de fundação de um sindicato. Não perdemos tempo. Em 08/11/1988, estava fundado o primeiro sindicato de trabalhadores públicos do Vale do Paraíba, o SINDISAAE.
De lá para cá, foram muitas lutas e conquistas. Juntos conseguimos: transporte seguro (DO). Refeitório, serviço social, segurança e medicina do trabalho, uniformes, EPI’s, kit limpeza, vale refeição, opção de cesta básica, café da manhã e da tarde, etc. Derrotamos a tentativa do ex-prefeito Marco Aurélio de implantar o PVCC, que tinha por objetivo a retirada de direitos.
Nossa maior vitória aconteceu em 1996, quando o sindicato e a categoria mobilizaram a cidade contra o golpe da privatização do SAAE, no apagar das luzes do governo do ex-prefeito Thelmo, cujo grupo político está dentro da atual Administração.
Durante todos estes anos, o setor jurídico do sindicato defendeu trabalhadores em processos administrativos e ganhou inúmeras ações na justiça a favor dos associados e, até mesmo, de não sócios, tais como: pagamento correto de insalubridade, licença prêmio, horas extras, e de diferença de salário por disfunção e outras.
No aspecto assistencial, o convenio do SINDSAAE com médicos, laboratórios e clinicas, tem ajudado muito os associados, quando da necessidade de consultas com especialistas e realização de exames.
Hoje, em decorrência do avanço da terceirização de serviços, falta de pessoal, aposentadorias, falecimentos e exonerações de servidores, o número de associados do SINDSAAE diminuiu muito, comprometendo nossa única receita (mensalidade dos sócios).
Principal ferramenta de luta e defesa dos trabalhadores, o sindicato—como qualquer outra entidade-não sobrevive sem dinheiro. Arrecadamos apenas R$ 3.200,00/mês, para cobrir todas as despesas (aluguel, advogada, contador, água, luz, telefone, IPTU, limpeza, boletins, assinaturas de jornal, internet, taxas judiciais, etc.).
Diante do exposto, apelamos à consciência dos colegas ainda não associados, para que filiem - se ao sindicato (vide fixa no verso).
Aos associados, pedimos que colaborem com a campanha de sindicalização, incentivando os companheiros (as) de trabalho a filiarem-se, para fortalecer nossa luta.
A luta por nossas reivindicações é para evitar a retirada de direitos já conquistados, não pode parar.
O SINDSAAE e a responsabilidade em mantê-lo vivo é de todos os trabalhadores (as). Sindicalize-se!
Um abraço a todos. A Diretoria

SE PREFIRIR, RETIRAR A FICHA DIRETAMENTE NO SINDICATO.



LEITURA COMO FORMAÇÃO POLÍTICA




A falácia da maioridade penal (Correio da Cidadania por Claudionor Mendonça dos Santos)

Terceirização blinda patrimônio de empresas e precariza trabalho (por Farlei Roberto R. de C. Ferreira)

prum rapaz ainda jovem que vi gritando na rua no dia 15 de março  (quando tava pegando uma praia e tomei um susto quando a manifestação chegou) (por João da Silva)

Desafios à educação escolar (por Frei Betto) Correio da Cidadania http://www.freibetto.org/

Cidadão é o maior penalizado por 20 anos de gestão irresponsável da água em SP (por por Marcelo Pompêo)

Velhas e novas ameaças do neoliberalismo aos direitos trabalhistas. ( por Jorge Luiz Souto Maior)

MINISTÉRIO AO GOSTO DO CAPITAL, PACOTE CONTRA OS TRABALHADORES, PACTO SOCIAL PARA TENTAR FREAR A LUTA DE CLASSES (Boletim Informativo da Intersindical Istrumento de Luta e Oraganização da Calsse Trabalhadora)

Os “sem água” de São Paulo - na pele de Alckmin (Por Roberto Malvezzi (Gogó))

Voto nulo é alternativa democrática a dilema falso (Por Duarte Pereira)

Crise da água em São Paulo é gerida de maneira política, diz professor da USP. (Por Carta Capital ).

Relatório em Davos mostra que 85 pessoas detêm 46% da riqueza mundial ( Por Redação, com agências internacionais - de Londres e Davos, Suíça)

Vandalismo e minhocas (por Plínio Gentil)

‘O patrimônio público está sendo entregue aos grupos econômicos, sem contrapartida e compromisso' (por Valéria Nader e Gabriel Brito)

Não ao pacto: avançar para um programa anticapitalista e o poder popular (por Mauro Iasi)

Hamilton é só mais um Fantoche, R$ 2,80 já! (por João Silva)

A esquerda e as lutas (Site: Rede de Comunidades do Extremo Sul de São Paulo-SP)

Geração sem medo está nascendo para o mundo ( por Fábio Nassif )

Por que nós temos que ser contra a redução da idade penal ( por Givanildo Manoel )

‘Objetivo do governo e dos empresários é desregulamentar o direito do trabalho no Brasil' ( por Valéria Nader e Gabriel Brito )



  • Aposentadoria especial


    O STF (Supremo Tribunal Federal) através da Súmula Vinculante nº 33, decidiu, recentemente, que os servidores públicos têm direito à aposentadoria especial com as mesmas regras aplicadas hoje aos benefícios dos segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

    Têm direito à aposentadoria especial os servidores que tiverem exercido suas atividades sob condições prejudiciais à saúde ou à integridade física.

    Apesar de previsto na Contituição Federal (art. 4º, § 4º, inciso III), na prática, o direito a aposentadoria especial não existia, por falta de edição de lei complementar a ser aprovada pelo Congresso Nacional.

    Cabe ressaltar, que a concessão da aposentadoria especial depende da comprovação, pelo servidor, de exposição permanente às condições que prejudiquem a saúde ou a integridade física. Não basta para efeito de comprovação o recebimento de adicional de insalubridade (holerite).

    Para entrar com o pedido de aposentadoria especial no IPMJ, o servidor deve:
    1- Ter trabalhado 25 anos sujeito a condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física.

    2- Solicitar junto à Divisão de Recursos Humanos do SAAE, os seguintes documentos:
    a) Formulário de informações sobre atividades exercidas em condições especiais (PERFIL PROFISSIOGRAFICO PREVIDENCIÁRIO – PPP).

    b) Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho – LTCAT.

    c) Parecer de perícia médica, em relação ao enquadramento por exposição a agentes nocivos.

    3- Atendidas as exigências dos itens acima, o servidor deve encaminhar a documentação ao IPMJ para análise e abertura do Processo de Aposentadoria.

    NOTA: Não é permitida a conversão de tempo de contribuição especial em tempo de contribuição comum para efeito de aposentadoria que não seja especial.


  • VIDEOS E FATOS


    FOTOS / CAMPANHA SALARIAL 2016